Pensamentos

Jorge Fernando dos Santos

A existência é uma canção:
Deus compôs a melodia,
o diabo fez a letra
e quem dança somos nós.

Deus padece de solidão.
Se assim não fosse,
não teria inventado o homem.

No tocante aos artifícios da reprodução assistida, o homem não inventou nada de novo. Quando criou a mulher, a partir de uma costela de Adão, Deus inventou a clonagem. Milênios depois, quando gerou seu filho no útero de uma mulher sem se relacionar com ela, deu início às técnicas da inseminação artificial.

Deixe uma resposta