Metáfora do fim do mundo

Jorge Fernando dos Santos* No mundo apocalíptico não há lugar para solidariedade. Desolação e medo é tudo o que resta. Pai e filho são dois pontos que se movem na paisagem calcinada, rumo a lugar nenhum. Fugir e sobreviver é o que importa, mesmo que para isso seja preciso matar. Afinal, os “homens do…

Continuar lendo
Fechar Menu

4670221

 

Regina Duarte: a “namoradinha do Brasil” celebra 50 anos de carreira | Sem Censura | TV Brasil | Notícias

Veja a página do livro

Desconcerto

Deu RAP na Embolada

Dupla Sertaneja

Escala Diatônica

O Cravo e a Margarida

Orquestra Animal

Família Cordofônica

Percussionice

Rock do piano