Aquilo deu nisso – 3

Saudade do Ayrton (Paródia de "Saudade da Bahia", de Dorival Caymmi)   Ai, ai que saudade do Ayrton Senna Ai, vejo o Rubinho e sinto muita pena Bem, esse menino é mesmo um marcha lenta A gente torce e o coração rebenta Mas o seu carro vive sempre atrás do alemão   Ai, se eu…

Continuar lendo Aquilo deu nisso – 3

Menino morde pit bull

Demorou, mas aconteceu. Esperava essa notícia desde os tempos de faculdade. Explico: era lugar-comum entre professores de jornalismo dizer que um cachorro morder uma criança não é notícia, pois não traz nada de novo. No entanto, se uma criança mordesse um cachorro, aí sim, o fato daria uma bela manchete. Pois acaba de acontecer. Ao…

Continuar lendo Menino morde pit bull

Álcool, agora, só no tanque

Não sei os detalhes da lei de trânsito que tirou os bafômetros da gaveta, até porque não sei dirigir nem carrinho de supermercado. No entanto, uma coisa é certa: o rigor da fiscalização está contribuindo para adiar a caminhada de muita gente rumo ao AAA. Devido ao medo de ser pega com a boca…

Continuar lendo Álcool, agora, só no tanque

Aquilo deu nisso – 2

Samba do Alemão (Paródia do "Samba do Avião", de Tom Jobim)   INTRODUÇÃO: Ê, Jobim/SOS em terra e no ar Pavuna salve os seus, Providência vamos tomar  Êta miséria brava nos morros a dominar Ê, Cabral, vê se aprende a nos governar...   Minha alma chora/ Vejo o Rio de Janeiro Tô querendo ir…

Continuar lendo Aquilo deu nisso – 2

Aquilo deu nisso

Garota Melancia (Paródia da "Garota de Ipanema", de Jobim e Vinicius)   Olha que coisa mais feia/ A garota se acha Igual melancia/ Que dança e agacha Rebola e balança pra quem quiser ver   Usa biquini gigante/ Toma sol na laje Com ar provocante/ Num funk covarde Renega a memória da MPB   Ai,…

Continuar lendo Aquilo deu nisso

Domínio público

Certa vez, minha filha Bárbara trouxe para casa uma folha de papel contendo um exercício de Português. Mostrou-me um dos textos impressos e perguntou se eu já tinha lido aquilo em algum lugar. A frase estava assinada por um tal de "Domínio Público". Peguei na estante de livros a coletânea de fotos e textos intitulada Imagens de Minas,…

Continuar lendo Domínio público

Frases soltas

- A experiência só serve mesmo pra nos roubar os prazeres da descoberta. - A vida é o caminho que liga o berço ao túmulo. - A morte é a última cláusula do contrato. - Morrer é nunca mais ter que se justificar. - Epitáfio: Nasceu, viveu e morreu feito qualquer plebeu. - A…

Continuar lendo Frases soltas

Quero minha cota!

Já estou adentrando a terceira idade e gostaria de fazer mestrado ou arranjar um emprego bem remunerado. Não tenho grana, sou mestiço de várias raças e estudei em escola pública. Só tirei diploma universitário porque ralava o dia inteiro numa instituição bancária e estudava à noite em faculdade particular (como diria Martinho da Vila no…

Continuar lendo Quero minha cota!

Palestra literária

Acabo de proferir palestra no Colégio São Judas Tadeu, em Contagem (MG), onde falei para cerca de 150 alunos que leram os livros A Medalha Cigana e No Clarão das Águas, ambos publicados pela editora Paulus. Esse tipo de encontro com os leitores é sempre proveitoso para quem escreve profissionalmente. Afinal, ao contrário das…

Continuar lendo Palestra literária

República de bananas

O Brasil é um país onde cercas e muros parecem ter sido inventados para prender gente de bem. Enquanto a sociedade produtiva e ordeira se tranca em casas e edifícios, fazendo compras em shopping centers que mais parecem templos de consumo e segurança, a marginalha toma conta das ruas. Gangues juvenis promovem linchamentos e…

Continuar lendo República de bananas